(88) 9 9803-4666

NO AR

FORROZAO TABAJARA

tabajara.fm.br

Ibiapaba

Chefe de facção seria o alvo de chacina em Guaraciaba do Norte

Homem, porém, não foi encontrado pelos executores. Dois presos nas buscas que se seguiram ao crime tiveram prisão preventiva decretada

Publicada em 07/10/21 às 23:49h

por O Povo


Compartilhe
 

Link da Notícia:

O alvo da chacina que deixou quatro mortos em Guaraciaba do Norte (a 300km da Capital), na última segunda-feira, 4, era o líder da facção criminosa Guardiões do Estado (GDE) no Município. Ele, porém, não morreu na ação. A informação consta no auto de prisão em flagrante (APF) de três pessoas presas nas buscas policiais realizadas após a chacina. Dois deles, que não tiveram participação na chacina, tiveram a prisão em flagrante convertida para prisão preventiva em audiência de custódia realizada nessa quarta-feira, 6. O caso do terceiro preso foi transferido para a Comarca de Tamboril, município vizinho a Guaraciaba.

Três suspeitos de participação no crime foram identificados e são procurados pela Polícia. Conforme o APF, a chacina foi executada por integrantes da facção Comando Vermelho (CV) e as vítimas seriam da GDE. Dos três presos, dois, Lara Beatriz Saldanha Braga e Antonio Wagner Cardoso, seriam também “simpatizantes” da GDE, tendo sido presos por ter sido encontrados com eles duas armas de fogo, munições, cerca de 400 gramas de maconha e três gramas de cocaína.

Já a terceira presa, Carlene Araujo de Souza, seria integrante do CV e é suspeita de ter dado apoio ao companheiro, suspeito de ser um dos executores dos homicídios. Os autores da chacina também teriam cometido um homicídio no sábado, 2, cuja vítima foi um homem identificado apenas como Thiago.

Na chacina, foram mortos Ezequias Ferreira da Costa, José Leonardo Lima Gomes, Maria Elizangela da Silva de Oliveira e Maria Ana da Silva. No APF, consta a informação de que o chefe da GDE e um outro homem repassavam drogas para José Leonardo e Ezequias. Este outro homem estava no mesmo local onde Lara Beatriz e Antonio Wagner foram presos, mas conseguiu fugir. Não é descrito o papel que Maria Elizangela e Maria Ana teriam na facção.

Na audiência de custódia a qual o trio preso foi submetido, a juíza Juliana Bragança Fernandes Lopes justificou sua decisão frisando que os autos indicam que os flagranteados têm envolvimento com facções e estão envolvidos em disputa pela liderança do tráfico de drogas na região.

"Assim, no caso em análise, a segregação cautelar dos flagranteados mostra-se necessária para garantia da ordem pública, vez que os autos informam que os autuados praticavam, em associação, a traficância de drogas e posse de armas, demonstrando a gravidade in concreto de suas condutas e a necessidade de se acautelar o meio social", afirmou.

No caso de Carlene, a magistrada determinou o envio dos autos para o juízo da comarca de Tamboril "por ser este o juízo competente". Foi entendido que ela possui domicílio em Tamboril e os autos revelam que sua conduta "diz respeito apenas à recepção de vídeos de ilícito penal em seu aparelho celular".

Histórico de Chacinas

A Chacina de Guaraciaba do Norte foi a quinta ocorrida no Estado em 2021. Os outros casos de ocorrências com quatro ou mais mortos no Ceará neste ano foram registrados no bairro São Gerardo, em Caucaia, em 11 de abril tendo deixado quatro mortos; Barroso, em Fortaleza, em 25 de abril, também deixando quatro mortos; Boqueirão das Araras, em Caucaia, em 1º de agosto, que resultou em cinco mortes; e Chorozinho, em 18 de setembro, que vitimou quatro pessoas. É o ano com maior número de chacinas desde 2018 no Estado, conforme levantamento.





Enquete

Nenhum registro encontrado








LIGUE E PARTICIPE

88 36262266

Visitas: 277162
Usuários Online: 18
Copyright (c) 2023 - Rádio Tabajara FM