(88) 9 9803-4666

NO AR

EXPERIÊNCIA DE DEUS

Com Pe Reginaldo Manzotti

Ceará

Caçadores matam onça e posam para fotos com o animal em Tarrafas, no Ceará; polícia investiga

Nas imagens, vários homens aparecem segurando o animal morto.

Publicada em 03/11/21 às 19:04h

por Por Isayane Sampaio, g1 CE


Compartilhe
 

Link da Notícia:

Caçadores filmaram o momento em que se aproximavam de onça para matá-la  (Foto: Reprodução)
Caçadores mataram uma onça parda e, logo depois, posaram para fotos exibindo o animal morto na zona rural do município de Tarrafas, no interior do Ceará, nesta terça-feira (3). As imagens já chegaram à Polícia Civil, que está investigando o caso.

Nas imagens, vários homens aparecem com o animal. Um deles chega a segurar o felino pelo pescoço. Em uma outra imagem, um outro homem pisa com a bota no focinho.

Também circula nas redes sociais vídeos que mostram os caçadores no mato perseguindo a onça quando ela ainda estava viva, mas já ferida. Enquanto o felino sofre com os ferimentos, os caçadores atiram pedras e dão risadas. Um cachorro também aparece mordendo a onça, já agonizando.

Em nota, a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) disse que, ao tomar conhecimento da ocorrência, policiais da Delegacia Municipal de Assaré, município vizinho, estiveram no local onde a onça foi morta e fizeram os primeiros levantamentos. Os trabalhos policiais estão em andamento.

Segundo o biólogo e professor da Universidade Estadual do Ceará (Uece), Hugo Fernandes, a onça morta é da espécie Puma concolor e está ameaçada de extinção. A caça é proibida.

"E isso está acontecendo, principalmente, por conta de imagens como nós vimos, que é a caça direta de seus indivíduos [...] a onça parda é muito perseguida por conta dos conflitos de agricultores de pequeno a grande porte que não querem ver seus animais de criação sendo predados pela onça, mas isso é uma consequência direta da diminuição de suas presas na natureza", explica o biólogo.

Denúncias
A população pode contribuir com as investigações repassando informações que auxiliem os trabalhos policiais. As informações podem ser direcionadas para o telefone (88) 3535-1957, da Delegacia Municipal de Assaré.

As denúncias também podem ser feitas para o número 181, o Disque-Denúncia da Secretaria da Segurança, ou para o (85) 3101-0181, número de WhatsApp, pelo qual podem ser feitas denúncias via mensagem, áudio, vídeo e fotografia. O sigilo e anonimato são garantidos".



Enquete

Nenhum registro encontrado








LIGUE E PARTICIPE

88 36262266

Visitas: 196934
Usuários Online: 47
Copyright (c) 2022 - Rádio Tabajara FM