(88) 9 9803-4666

Esporte

Arena Castelão estaciona, e PV volta a ser a casa do futebol cearense

Publicada em 13/01/15 as 12:23h por Blog do Kempes/Portal Verdes Mares


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Estádio Presidente Vargas reduziu a taxa de aluguel e entregou os bares aos clubes  (Foto: Kiko Silva)
Em 2013, ao fechar acordo de exclusividade com Ferroviário e Ceará e tentar acordo com o Fortaleza, a Arena Castelão se tornava a casa do futebol cearense. Suntuoso, estádio de Copa do Mundo e ainda pagando para jogarem em seu gramado, era um verdadeiro oásis para os clubes.

Enquanto isso, o Estádio Presidente Vargas ficou observando "a banda passar". Sem alarde, sem briga e sem recursos, esperava ser chamado, quando fosse preciso. E atendia da mesma forma cordial, que o fez a praça esportiva mais querida da Capital.

Quase dois anos depois, o Castelão sediou a Copa das Confederações, a Copa do Mundo, teve visibilidade, shows internacionais, viu confusões, brigas, rescisões de contratos, acordos e despedidas. A administração mudou por três vezes, saiu a Galvão Engenharia, entrou a Luarenas, que viu o Governo intervir, e depois voltou.

Quando 2015 começou, se esperava uma nova postura, um novo calendário de eventos, uma nova forma de administrar para se manter como a casa do futebol cearense. No entanto, estacionou.

Só que o Estádio Presidente Vargas deixou de ficar observando "a banda passar". De maneira inteligente, sensata, com o apoio da Federação Cearense de Futebol e para alegria dos clubes resolveu assumir o papel deixado pelo Castelão.

Em tempos de vacas magras, em que a situação financeira dos clubes está apertada e a exigência do torcedor é maior, o PVzinho de açúcar foi atrás dos clubes com duas propostas simples, mas bastante atrativas.

Reduziu em 25% a taxa de aluguel para os clubes poderem mandar seus jogos (era 8% passou para 6%) e ainda entregou aos times a administração dos bares e lanchonetes de dentro do Estádio.

Imagine que jogar no Castelão já seria algo difícil devido ao alto custo, ainda mais em jogos do Campeonato Cearense (de menor apelo), o mando de partidas no PV seria até obrigação para os clubes. Mesmo assim, o estádio municipal fez questão de abrir os portões e se tornar atrativo financeiramente para os times.

O PV, obviamente com sua limitação de capacidade, talvez não receba as partidas decisivas do Estadual, da Copa do Nordeste e de outros campeonatos, mas mostrou que, com habilidade, diálogo, sem soberba e, principalmente, ajudando os clubes, voltou a ser a casa do futebol cearense.



Enquete
Meu maior desejo para o Ano de 2020 é:

 Mais Saúde
 Poder Estudar
 Um Trabalho
 Amar mais







LIGUE E PARTICIPE

88 36262266

Visitas: 58486
Usuários Online: 57
Copyright (c) 2020 - Rádio Tabajara FM