(88) 9 9803-4666

Internacional

Na beatificação de Paulo VI, Papa Francisco diz que Igreja não deve temer mudanças

Publicada em 19/10/14 as 13:32h por O Globo


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Papa Francisco abordou temas delicados e beatificou o Papa Paulo VI  (Foto: Divulgação)
O Papa Francisco celebrou neste domingo missa em que beatificou o Papa Paulo VI, que morreu em 1978, aproximando da santidade o pontífice que foi mais conhecido pela conclusão das reformas do Concílio Vaticano II e que consagrou a proibição da Igreja sobre a contracepção.

De acordo com a "Reuters", a celebração se deu por ocasião do encerramento da assembleia de bispos católicos que revelou as profundas divisões sobre como tratar da questão dos homossexuais e das pessoas divorciadas, dizendo que a Igreja não deve ter medo de mudanças e novos desafios.

Francisco, que já disse querer uma Igreja mais misericordiosa e menos rígida, fez seus comentários em um sermão para cerca de 70.000 pessoas na Praça de São Pedro marcando o fechamento cerimonial de um trabalho de duas semanas, conhecido como Sínodo.

A sessão de trabalho do encontro terminou na noite de sábado com um documento final que reverteu uma aceitação histórica de gays pela Igreja, resultado alguns progressistas veem como um revés para Francisco.

A estátua de São Pedro — qe parece um tanto entristecido deste ângulo — deixa ver ao fundo os prelado à espera do início da cerimônia de beatificação do Papa Paulo VI - Gregorio Borgia / AP Photo

Depois de um esboço inicial do documento final do Sínodo lançado na segunda-feira, os bispos conservadores prometeram alterar o texto referente a gays, coabitação e re-casamento, dizendo que criaria confusão entre os fiéis e ameaçaria prejudicar a família tradicional.

Francisco dedicou a maior parte de seu sermão ao Sínodo, que abordou temas como homossexualismo, divórcio, novo casamento, e os casais do mesmo sexo, antes de um encontro definitivo em outubro próximo após mais discussões a nível local ao redor do mundo.

"Deus não tem medo de coisas novas. É por isso que ele está continuamente nos surpreendendo, abrindo nossos corações e nos guiando de forma inesperada ", disse ele.

RIGIDEZ HOSTIL

O Papa disse que a Igreja tinha "que responder com coragem a quaisquer novos desafios que surjam em nosso caminho". Ele falou sobre coragem, um dia depois de dizer aos bispos em sua última sessão de trabalho para que tenham cuidado tanto com a "rigidez hostil" dos conservadores doutrinários, quanto com a "boa vontade destrutiva" daqueles que buscam a mudança a qualquer custo.

Francisco chamou o Sínodo — em que cerca de 200 bispos debateram por vezes acaloradamente sobre questões de moralidade sexual — de "uma grande experiência", porque os participantes foram capazes de se expressar "em verdadeira liberdade e humilde criatividade".

Agora, disse ele, "a Igreja é chamada a não perder tempo em procurar curar feridas abertas, e, em lugar disso, deve reacender a esperança de muitas pessoas que a perderam".

O Papa, que exortou os bispos a falar francamente o que pensavam no início da reunião, disse na noite de sábado que ele teria ficado "preocupado e triste" se não tivesse havido tal discussão honesta durante o encontro.

Contagens de voto divulgadas pelo Vaticano mostraram que três artigos polêmicos, incluindo a versão final de um dos dois textos que tratam sobre gays, obtiveram a maioria absoluta, mas não conseguiram obter o voto de dois terços necessários para um amplo consenso.

Mas o Papa decidiu manter até mesmo os artigos problemáticos — que teriam sido excluídos do documento final sob as regras sinodais normais —, indicando que os temas serão discutidos localmente antes de reunião do próximo ano.

O ex-Papa Bento XVI participou da missa, fazendo apenas sua quarta aparição pública em um grande evento da Igreja desde a sua demissão, em março de 2013.


Fonte: O Globo



Enquete
Meu maior desejo para o Ano de 2020 é:

 Mais Saúde
 Poder Estudar
 Um Trabalho
 Amar mais







LIGUE E PARTICIPE

88 36262266

Visitas: 60581
Usuários Online: 25
Copyright (c) 2020 - Rádio Tabajara FM