(88) 9 9803-4666

Ceará

Ceará inicia 2ª etapa da Campanha de vacinação contra a Febre Aftosa

Publicada em 02/11/16 as 09:32h por G1 CE


Compartilhe
   

Link da Notícia:

Meta da Agência de Defesa Agropecuária do Estado é vacinar 95% dos bovinos  (Foto: Divulgação/ Secom)
O Ceará iniciou nesta semana a segunda etapa da Campanha de Vacinação Contra a Febre Aftosa. A campanha ocorre  até o dia 30 de novembro. De acordo com a Agência de Defesa Agropecuária do Estado do Ceará (Adagri), responsável pelo programa, a expectativa é que sejam vacinados acima de 95% de bovinos e 85% de propriedades, do total do rebanho de 2.520 mil animais.

O presidente da Adagri, Augusto Junior, destaca a importância da participação de todos os produtores nessa campanha, garantindo a sanidade do rebanho cearense e a manutenção do status internacional de Zona de Livre de Febre Aftosa com vacinação. Augusto ressaltou que a Adafri vem intensificando suas ações de sensibilização junto aos produtores no sentido de avançar nos índices de vacinação "que já são muito satisfatórios, como o da última campanha, quando fechamos com 92,6% de bovinos imunizados em 85 mil propriedades.

Joaquim Sampaio fez um alerta aos criadores para que estejam atentos aos aspectos práticos da imunização. O pecuarista precisa, por exemplo, pegar a nota fiscal da vacina com o fornecedor do produto e apresentá-la ao serviço veterinário oficial do município junto com a relação dos animais imunizados para declarar a vacinação. Além disso, ele deve ter cuidado com o transporte e armazenamento da vacina, procurando mantê-la sempre na temperatura de 2º a 8ºC para não perder a eficácia.

Outros cuidados são com a aplicação da dose correta do produto (5 ml) na lateral do pescoço do animal, usando seringas e agulhas limpas e não danificadas ou tortas. O produtor deve ficar atento aos prazos da vacinação e sua declaração no serviço veterinário oficial, porque o descumprimento impedirá a emissão de Guia de Trânsito Animal e pode gerar multas.

Febre Aftosa no Estado

O rebanho no Estado conta com 2,5 milhões de bovinos e, em agosto de 2013, o Ceará recebeu o reconhecimento nacional de área livre de febre aftosa com vacinação pelo Ministério da Agricultura,  Pecuária e Abastecimento (Mapa) e o reconhecimento internacional pela Organização Mundial de  Saúde Animal (OIE), em maio de 2014. Esse status permite ao Ceará negociar carne bovina e  derivados com unidades federativas e com outros países.



Enquete
Meu maior desejo para o Ano de 2020 é:

 Mais Saúde
 Poder Estudar
 Um Trabalho
 Amar mais







LIGUE E PARTICIPE

88 36262266

Visitas: 64001
Usuários Online: 46
Copyright (c) 2020 - Rádio Tabajara FM